Como fazer Leite de Aveia. Receita fácil e barata, completinha em https://gordelicias.biz/.
Bebidas, Vegano

Leites Vegetais: benefícios, onde encontrar & como fazer o seu leite em casa

O leite de vaca está presente na nossa dieta desde que nos entendemos por gente. Um dos alimentos mais consumidos pelos brasileiros, divide opiniões de especialistas a respeito dos benefícios e malefícios para a nossa saúde. Além dessa questão, há também o público vegano não consome produtos derivados de animais. Por esses motivos, muitas pessoas tem recorrido aos leites vegetais como alternativa de consumo.

Fazer leite vegetal não é difícil mas envolve alguns processos. Nada muito complicado, sabe? No mundo ideal, conseguiríamos produzir nosso próprio leite (ou ‘extrato’, visto que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa determina que ‘leite’ seja uma denominação exclusiva do alimento extraído de animais) a qualquer momento mas sabemos que, na prática, nem todo mundo tem tempo ou pode priorizar essa demanda. E é aquela coisa, a indústria tá aí pra facilitar a nossa vida no dia à dia, não é mesmo?

Leites Vegetais: benefícios, onde encontrar & como fazer o seu leite em casa. Mais em http://gordelicias.biz.

Nesse post, vamos conversar um pouco mais sobre leites vegetais. Além do bê-a-bá básico (o que é, como faz, etc), a gente foi a campo pesquisar um pouco mais sobre a oferta disponível nas prateleiras. Vem com a gente!

O que é leite vegetal?

Leite vegetal é uma bebida produzidos por meio de um ingrediente vegetal, sejam grãos, cereais ou qualquer outra variedade de oleaginosas, e água. São indicados para enriquecer o plano alimentar, aos intolerantes à lactose, aos alérgicos à proteína do leite de vaca e para quem é vegano.

Benefícios do leite vegetal

Que os leites alternativos vegetais estão ganhando espaço no mercado, para o bem dos consumidores, é bem nítido. Basta circular nos supermercados para perceber a oferta de marcas disponíveis.

Além de ser uma alternativa para quem não deseja ou não pode mais consumir o leite de vaca, os leites não lácteos (elaborados com base vegetal e água) também tem muitos benefícios para a nossa saúde. Se liga só:

– são leites que não possuem lactose ou colesterol;
– são leites que possuem uma porcentagem alta de gorduras mono e poli-instaturadas, algo que faz muito bem para o nosso aparelho circulatório;
– leites com grande quantidade de vitamina B
– é um leite indicado para indivíduos com enfermidades no aparelho digestivo (desde má digestão à colite, prisão de ventre etc)

Acompanhe o Gordelícias nas redes sociais: Instagram | Facebook | YouTube | Pinterest | Grupo Gordelícias

Leites mais comuns

Leite de amêndoas
O leite de amêndoas possui grande quantidade de cálcio, vitamina E, potássio, magnésio, zinco, cobre, fósforo, fibras e vitaminas do complexo B.

Leite de aveia
O leite de aveia é rico em carboidratos, beta-glucanas, ácidos graxos essenciais, principalmente o linoleico, e antioxidantes, como a vitamina E.
É a bebida vegetal que apresenta uma maior quantidade de fibras.

OBS: é um leite com glúten, portanto, pessoas com intolerância à substância devem evitá-lo.

Leite de arroz
O leite de arroz conta com triptofano, aminoácido essencial e necessário para formarmos uma substância chamada serotonina, responsável pela sensação de bem-estar. Também conta com boas quantidades de vitaminas do complexo B e é rico em carboidratos.

Leite de soja
O leite de soja é rico em cálcio, proteínas, potássio e magnésio. Também contém isoflavanas, um fitoquímico capaz de atenuar os sintomas da menopausa por participar da produção, do metabolismo e da ação dos hormônios sexuais. 

Leite de castanha de caju
O leite de castanha de caju é rico em proteína, ácidos graxos essenciais, principalmente ômega-9, e é a maior fonte de cobre, ferro e zinco entre as castanhas. Além disso, contém magnésio, manganês e fósforo.

Mas olha, muita atenção: algumas pessoas podem ser alérgicas a oleaginosas. Por isso, é sempre importante dar uma olhadinha na lista de ingredientes do seu leite pois alguns vem misturados ou você mesmo pode ter alguma alergia e não sabe.


Leite de coco
É um leite rico em gordura saturada boa, funcionando como fonte de energia. Tem vitamina C, B1, B3, B5 e B6, sais minerais essenciais como cálcio, selênio, magnésio, fósforo, ferro, potássio, cobre, zinco e manganês e ainda proteína, arginina e ácido láurico.

Leite vegetal é caro?

Um dos comentários que mais escuto em relação ao leite vegetal é em relação ao preço. Dependendo do ingrediente que você utilizar, pode ser que saia mais/menos em conta (o leite feito a partir das amêndoas é mais caro que o de aveia, por exemplo).

Se compararmos o litro do leite industrializado com o litro do leite de vaca, a segunda opção é bem mais barata. Isso porque uma caixinha varia entre R$ 8 a R$ 25 mangos, o litro. Mas se você fizer seu leite em casa, dependendo do insumo que utilizar como base, dá quase o mesmo preço do leite das vaquinhas.

Mas é aquela, nem sempre a pessoa tem tempo pra fazer ou tem o ingrediente base em casa, enfim, cada um sabe da sua rotina e das suas prioridades. Então, se couber no orçamento o leite industrializado, por onde você deve começar?

Algumas marcas do mercado

De uns tempos pra cá, a oferta de bebidas vegetais aumentou absurdamente nas prateleiras. Antigamente, encontrávamos apenas marcas importadas, o que encarecia o valor final do produto, considerando taxas de importação e etc. Mas as marcas brasileiras se ligaram que o público consumidor mudou, tá mais a fim de mudança e talz e rapidamente trataram de lançar suas versões brazucas.

Ano passado, a AdeS lançou sua linha de bebidas que vão além do leite de soja, a dobem também anunciou uma linha de leites, a Nestlé… As grandes marcas estão ligadas nesse aumento na procura por bebidas vegetais. E isso, de certa forma, é bacana pro consumidor.

Mas o que a gente precisa ter em mente na hora de fazer comprar um desses leites? Por que uns custam 8 pila e outros quase 30? O que tem de tão diferente de um pro outro?

O que analisar na hora de comprar o seu leite

Vocês sabem que não sou especialista em alimentação mas como consumidora curiosa e que está sempre ligada nos paranauês, respondo imediatamente: olhem a lista de ingredientes.

“Mas Raquel, só tem palavra esquisita e eu não entendo nada…”

Aprendi com a minha nutri amada que se o rótulo tem muita palavra esquisita, diferente de ingredientes que a gente conhece, fuja. Dependendo, aquela caixinha inocente tá cheia de conservante, adoçante (sim, infelizmente algumas marcas entopem os produtos de sucralose), aromatizante pra dar aquele gostinho especial, sem falar que usam bem pouco da matéria prima e tornam aquela bebida pouco saudável pra gente.

Abaixo, segue um comparativo entre três marcas, que utilizam diferentes ingredientes como base dos seus leites. A primeira, mistura apenas castanha de caju e água; a segunda, já inclui aromatizante e espessante na fórmula; a terceira, coloca bastante coisinha a mais…

Leite vegetal é bom pra cozinhar?

Depende. Se você fizer uma receita que precise de gordura, pode ser que teu leite de amêndoas não funcione muito bem como substituto. Dependendo do prato, o leite de aveia não funciona tão bem assim por conta do sabor ou mesmo por ter muito amido… Pode ser que mexa na textura da receita, então é preciso combinar um outro elemento pra equilibrar a equação.

Ou seja: cozinha é teste. Experimente combinações, substituições… só não deixe de tentar!

Quero fazer meu leite em casa!

Você pode fazer o seu leite a partir de oleaginosas, tubérculos, frutas (como o coco) e cereais. No caso das oleaginosas e dos cereais, é necessário que você deixe o alimento de molho por algumas horas; no caso de tubérculos (como o inhame) é necessário dar uma pré cozida para remover enzimas que dificultam a digestão e absorção de nutrientes pelo nosso organismo.

Se você quiser fazer uma graça no leite, pode acrescentar um pouco de açúcar demerara, mascavo, usar extratos para aromatizar (eu sempre coloco um tico de extrato de baunilha no leite de amêndoas).

Para coar o leite, recomendo utilizar um tecido bem fino, como o voil, para esse processo. Com ele, você extrai ao máximo o líquido do bagacinho. E para guardar o leite, outra dica que dou é usar garrafas de vidro, como aquelas de passata de tomate, devidamente higienizadas e esterilizadas (ferva com água quente). Dessa forma, você aumenta um tiquinho mais a durabilidade do seu leite – que geralmente é de 3 dias no máximo.


Receitas de leites vegetais

>> Leite de Aveia
>> Leite de Amêndoas

Raquel Arellano

Raquel Arellano

Fã de cozinha prática e feita com amor. É apaixonada por maionese, pão com ovo e carne assada. Na cozinha, se aventura pelos doces e salgados, com uma leve queda para os açúcares da vida.
Raquel Arellano