Cachorro-quente: confira dicas que vão além de pão com salsicha

Uma das coisas que mais gosto de comer é cachorro-quente. Adoro todas as versões possíveis do prato: no pão francês, com ou sem molho (só o caldinho), fresquinho ou do dia seguinte (tem coisa melhor que cachorro quente no dia seguinte, no café da manhã? Suuuuuuuuper saudável. #not)

Gente, como não amar o cachorro-quente de “podrão” (apelido meio grosseiro para as barraquinhas de rua aqui da cidade maravilhosa mas não é uma ofensa, viu?)? Carioca que é carioca já comeu muuuuuito cachorrão na Lapa! Sempre salvando vidas depois de um showzinho no Circo Voador: salsicha, pão careca já no saquinho, maionese, mostarda, catchup, batata palha e queijo ralado. Ah, ainda vem um ovinho de codorna* por cima, lindo pra caramba!

* Os amigos de SP devem estar se perguntando por que diabos os cariocas colocam UM ovo de codorna no cachorro-quente. Vou te falar que eu também não sei quem lançou a moda mas vamos combinar que é BEM mais gostoso do que aquele purê misturado aos demais condimentos do dogão. 

Aqui no Rio de Janeiro, eles estão ganhando versões mais “chiques”, preparadas por chefs que entendem do riscado. Seja na escolha da salsicha ou na variação de molhos e pães, cachorro-quente é coisa séria em muitos bares e restaurantes. Querem ver só?

Bar do Lado: cachorro-quente no copo 

Salsicha alemã no pão careca, servido assim mesmo, no copo. Para acompanhar, fritas quentinhas e trio de molhos, com destaque para o barbecue. Custa R$22,00.

Joe & Leo’s: Cachorro enrolado no bacon

O Bacon Doggie (R$ 24,90) é feito com salsicha especial, queijo cheddar derretido, no pão careca. Para acompanhar, batata raquete. Tô sonhando com esse cachorro-quente!

 Deli 43 – Pavelka: Cachorro com “gostinho de serra”

O cachorro-quente de linguiça no pão de leite é um dos carros-chefes da Deli 43-Pavelka. Os embutidos da Pavelka são todos feitos artesanalmente, com tempero caseiro, e dão ao cliente cinco opções de hot dog: linguiça suína (R$ 10,90), salsicha de vitela, Frankfurter, branca ou frango (R$ 11,90).

Devassa: Cachorro de raça

Cachorro de Raça é a versão da Devassa para o tradicional cachorro-quente. A linguiça é defumada, fatiada e frita, coberta com queijo mussarela derretido, e acompanhada de mostarda amarela. Tudo isso no pão francês, crocante e quentinho (R$22,95).

¡Venga!: Cachorro como sotaque espanhol

A casa de tapas Venga serve a sua versão espanhola do nosso querido cachorro-quente. Chamado de perrito caliente (como também é chamado na Espanha), tem cara de aperitivo, feito com pão de miga, linguiça chistorra e mostarda Dijon (R$ 16,00).

Botequim Informal: Cachorro de boteco

Além das deliciosas empadas, o Botequim Informal também tem a sua versão “botecão” de cachorro-quente. Feito com salsicha frankfürter no pão de leite, acompanha relish de pepino, queijo cheddar, mostarda escura e ketchup. Custa R$ 11,90 com uma salsinha e R$ 15,90 com duas salsinhas.

Via Veja Rio.

What's your reaction?

2 Comments

  • Juliana Machado
    Posted 30/07/2012 12:28 0Likes

    Quero todos e quero now.

  • clara
    Posted 30/07/2012 12:34 0Likes

    amiga, já foi no papajaya? fui ontem e quase tive um treco!! melhor batata frita DO MUNDO e cachorro quente com salsicha 100% carne bovina feita lá!

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.