Le Cordon Bleu Rio de Janeiro: saiba mais sobre a unidade carioca

Inaugurada em agosto de 2018, a filial carioca da famosa Le Cordon Bleu completa 1 ano de existência. Na ocasião, contou com a presença de Monsieur Cointreau, presidente da instituição. Localizada no bairro de Botafogo, a escola oferece alguns cursos tradicionais e programas que foram desenhados especialmente para o Brasil.

Desde que o programa Masterchef conquistou em definitivo o coração dos brasileiros, muita gente ouve falar na tal escola “córdon blê”, prêmio disputadíssimo pelos participantes. Mas afinal, você sabe por que essa instituição se tornou tão importante? O sonho de consumo entre tantos cozinheiros?

Uma breve história sobre a Le Cordon Bleu

O nome Le Cordon Bleu foi usado pela primeira vez para expressar a excelência culinária no século XVI, quando o Rei Henrique III criou uma das ordens mais importantes da França, “L’Ordre du Saint-Esprit”. A simbolização desse pedido foi a Cruz do Espírito Santo, que pendia em uma fita azul ou um cordão azul. Devido à natureza de prestígio desta Ordem e aos decadentes banquetes que acompanham suas cerimônias, o nome Le Cordon Bleu tornou-se bem reconhecido e celebrado.

Como instituto de artes culinárias, Le Cordon Bleu foi fundado em Paris, em 1895, pela jornalista e editora da revista La Cuisinière Cordon Bleu, Marthe Distel. Em 15 de outubro de 1895, a primeira demonstração de culinária realizada em um fogão elétrico foi encenada no Le Cordon Bleu, como uma iniciativa para promover a revista e lançar a escola de culinária de Paris. A partir de então, a reputação internacional do Le Cordon Bleu se espalhou rapidamente. Grandes chefs chegaram à escola para ensinar os alunos a contribuir para a reputação mundialmente conhecida. Como resultado, estudantes de vários países se inscreveram em aulas, bem como figuras notáveis, incluindo Julia Child, em 1950.

siga Raquelícias nas redes sociais

Instagram | Facebook | YouTube | Pinterest | Grupo Facebook

Hoje, o Le Cordon Bleu está presente em cerca de 20 países com 35 escolas internacionais frequentadas por 20 mil alunos anualmente. As aulas são ministradas pelos nossos Master Chefs, dos quais a maioria vem de restaurantes com estrelas Michelin ou são vencedores de competições de prestígio e títulos, como o Meilleur Ouvrier de France.

Sobre a unidade Rio de Janeiro

O projeto carioca tem à frente a diretora geral do Cordon Bleu Brasil, Sofia Mesquita. Chef formada pela própria instituição na França, ela conta com a consultoria do chef francês Roland Villard, que esteve à frente da cozinha do restaurante Le Pré Catelan, no Hotel Sofitel, em Copacabana, onde conquistou uma estrela Guia Michelin e integra, agora, o conselho da Le Cordon Bleu no Rio de Janeiro.

Entre os chefs convidados para lecionar na nova sede estão nomes de peso como Philippe Brye, que foi chef executivo do grupo Troigros e chef confeiteiro dos hotéis Le Meridien e Sofitel, antes de abrir a sua própria confeitaria, a Traiteurs De France, e João Paulo Frankenfeld, que passou pela cozinha de casas premiadas na França, como o Guy Savoy, três estrelas Michelin em Paris e o restaurante de Gordon Ramsay, de duas estrelas Michelin, no Hotel Trianon Palace, em Versalhes.

Mas como é a escola em si? A estrutura do campus Rio segue o padrão das escolas internacionais da rede e os alunos estudam com materiais originais da escola francesa, tendo à disposição onze cozinhas altamente equipadas e salas de aula onde é possível assistir apresentações práticas dos mestres.

No prédio da Cordon Bleu carioca há também um café-escola, que é aberto para o público geral. Os pratos comercializados são preparados pelos alunos da escola, sendo alguns deles clássicos da culinária francesa.

Cursos oferecidos na Le Cordon Bleu RJ

Como se sabe, estudar na Le Cordon Bleu existe não somente tempo e disponibilidade mas, também, bastante dinheiro. Aquela história, é um senhor investimento. Entre os cursos oferecidos para os alunos inscritos na filial do Rio de Janeiro está o de Cozinha (Diplôme Cuisine), com duração de nove meses, o de Confeitaria (Diplôme Pâtisserie), com duração de nove meses, e o curso completo (Le Grand Diplôme), que engloba os dois anteriores e tem duração mínima de nove meses.

Há também os cursos Diplôme Boulangerie, desde abril de 2019, com duração de até 6 meses, e o Programa CordonTec (que explico mais abaixo o que é).

O Diplôme de Cuisine é reconhecido mundialmente por ser um dos programas de mais elevado nível de formação nas técnicas da clássica culinária francesa. Os alunos aprendem técnicas que poderão ser adaptadas a qualquer cozinha, de qualquer país ou região. Tudo sob a orientação de chefs experientes e qualificados. 

Para conquistar o Diploma, é necessário que o estudante obtenha os certificados Basic CuisineIntermediate Cuisine e Superior Cuisine. O Diploma tem duração de nove meses, podendo também ser concluído em seis meses, no caso do modo intensivo. 

Valor: R$ 75.143,63 + matrícula R$ 1.500,00*
* valor líquido sem impostos locais ou taxas internacionais

O Diplôme de Pâtisserie é reconhecido como um dos mais respeitados e completos da arte de doceria e confeitaria. Composto pelos certificados Basic PâtisserieIntermediate Pâtisserie e Superior Pâtisserie, o Diploma reúne técnicas da culinária francesa desde sobremesas clássicas até as mais modernas, que fazem parte da gastronomia contemporânea. Através de aulas demonstrativas e práticas orientadas por chefs altamente qualificados, você também terá acesso às tendências da arte de Pâtisserie.

Valor: R$ 71.652,38 + matrícula R$ 1.500,00* 
* valor líquido sem impostos locais ou taxas internacionais

O Le Grand Diplôme é o mais completo programa em técnicas culinárias francesas clássicas. Engloba os cursos Diplôme Pâtisserie e Diplôme Cuisine, considerado uma das formações mais importantes no universo da gastronomia.

Valor: R$139.308,24  + matrícula R$ 1.500,00*
* valor líquido sem impostos locais ou taxas internacionais

CordonTec: programa inédito com bolsas para alunos de baixa renda

A unidade do Rio traz um programa inédito para a história da instituição. O Programa CordonTec é um projeto piloto implementado pela primeira vez em uma escola Cordon Bleu, voltado para a aprendizagem baseada na experiência profissional de “Aplicação em Restaurante”, com duração de um ano. A escola reserva, inclusive, parte das vagas do programa para bolsistas indicados pela Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec) e selecionados por Le Cordon Bleu Rio de Janeiro – 20% das vagas são direcionadas a esse grupo. A ideia é ampliar as oportunidades para estudantes da cidade terem novas inspirações – e aspirações – na vida.

Diplôme CordonTec oferece uma formação técnica que disponibiliza um conjunto de conhecimentos e habilidades através da aplicação de técnicas de base da cozinha francesa,  possibilitando o desenvolvimento  de profissionais capacitados, aptos a buscar progressão na carreira gastronômica e se tornarem chefs de destaque.

Em um período de dois semestres, o estudante é qualificado em Cuisine, Pâtisserie, Boulangerie e Serviços. Esta última qualificação, em especial, é um importante componente que abrange o programa interno de estágio em “Aplicação de Restaurante”, oferecendo ao aluno a vivência prática neste segmento, possibilitando maiores oportunidades no mercado de trabalho e compreensão empírica para o desenvolvimento da carreira.  

Valor: R$ 42.021,00 + taxa de matrícula de R$ 150,00


É bom saber que uma instituição de nome e importância como a Le Cordon Bleu está apostando suas fichas no mercado brasileiro, visto que a gastronomia vem se tornando uma área bastante lucrativa, em todos os sentidos. A cada ano, milhares de jovens e adultos se matriculam em cursos profissionalizantes e de especialização pelo Brasil.

Mesmo que os valores dos cursos assustem em um primeiro momento, torcemos para que a escola se adapte à realidade econômica do país.

Le Cordon Bleu Rio de Janeiro

Endereço: Rua da Passagem, 179 – Botafogo

site oficial // e=mailriodejaneiro@cordonbleu.edu
What's your reaction?