Quando uma receita dá errado

Quando uma receita dá errado: Olá, queridos amigos e amigas. Hoje vou falar pra vocês de um assunto que amedronta 11 entre 10 pessoas que adoram se aventurar na cozinha: o medinho de errar a mão.

Aconteceu comigo, agora, nesse exato momento. Há uma semana procuro uma receita gostosa com doce de leite para fazer no final de semana. Queria preparar uma sobremesa delícia pro meu irmão, que agora mora numa casinha fofa com a cunhada. Sabe como é, aquela coisa de madrinha-irmã que quer matar as saudades e de quebra levar uma gostosura, né?

Encontrei uma receita boa de pavê, com um creme no estilo torta alemã (base de creme feito de manteiga + açúcar). Levava creme de leite, daí pensei “oba, não vai rolar aquele gosto de manteiga detestável que certas tortas alemãs levam”. Pois bem, amigos, leva um pacote de jujubas quem acertar em que momento eu errei.

siga o GORDELÍCIAS no instagram

Você disse creme de leite? Acertou!

Creme de leite. Um dos itens mais sem gosto da culinária mas que salva vidas e pratos. Um macarrão com creme de leite e parmesão, tem coisa mais gostosinha? Pêssego, morango, pastinha, pavê. MASSSSSSSSSSSS esse elemento-chave de muitas receitas pode se tornar um grande vilão se você errar na escolha do produto. E foi o que aconteceu comigo.

Usei creme de leite em caixinha onde dizia LATA. Além de ter ignorado o fato da quantidade de cada um (a lata vem muito mais) ignorei a questão consistência. Na receita, dizia “separar o soro”. Ok, quem usa muito leite de caixinha sabe que não tem soro, né? Pensei “Quedê soro? Não tem, taca tudo no potinho e mistura com cuidado”. De repente, vi que o creme não misturava com o leitinho. É, deu errado, miou, fail. Amigos, nessa hora você recolhe o pagode e sai de fininho.

Minha avó, a pessoa mais linda desse universo, percebendo a minha tristeza, veio me consolar dizendo que a gente só aprende que uma receita dá certo depois de fazê-la. E é exatamente isso que eu quero compartilhar com vocês. Nesse caso, eu errei. Fiquei tão preocupada com a questão “soro” que ignorei a quantidade. Mas também aprendi a diferença entre os dois. Eu nunca tinha parado pra pensar na diferença entre o creme de caixinha e o de lata.

Convoco os leitores do Gordelícias a compartilhar nos comentários pequenos desastres na cozinha. Trocou ingrediente no improviso? Bateu mais do que devia? A clara em neve não deu ponto? Salgou demais? Conta pra gente! Porque é errando que se aprende, já dizia a minha vovó. E a graça da vida é essa, né? 🙂

What's your reaction?