Conheça a BICA - Torradores de Café
Bebidas, Conversinhas, Especial

Conheça a BICA – Torradores de Café

O café nunca esteve tão em alta. O Brasil é um dos maiores exportadores do grão no mundo e, também, um dos maiores consumidores. Aos poucos, fomos modificando nossa maneira de consumir a bebida pelo país, acompanhando um movimento que já está acontecendo lá fora: a degustação do café de forma mais minuciosa, seguindo alguns protocolos (que normalmente a gente não seguia, por hábito). Nos últimos anos, começaram a pipocar cafeterias servindo os tão falados cafés especiais.

Para os leigos, o que teria de especial nesse café? Por que pagar mais num espresso da tal cafeteria cool? Será que há a percepção de valor sobre um produto selecionado, por parte do consumidor? Sim, estamos falando de uma mudança de paradigma.

Para entender mais: Cafés Especiais – o que é, onde encontrar e como consumir

Estou em um caso de amor com o café, e vocês sabem disso. Pesquisando daqui, dali, conheci algumas cafeterias muito bacanas, distribuidores de cafés especiais, baristas, gente que ama o assunto de paixão… Foi assim que meu caminho cruzou com o da Juliana Ganan, a fundadora da BICA – Torradores de Café.

Conheça a BICA - Torradores de Café

A BICA nasceu em 2016 com o intuito de fomentar a cultura de cafés especiais, aproximando o consumidor dos pequenos produtores de café do Brasil. Eles estão localizados em Itajubá, MG – nos pés da Serra da Mantiqueira, bem próximos de produtores locais e também dos arredores, de SP e RJ. Eles visitam as pequenas propriedades, conhecem os produtores e conversam bastante, para conhecer bem a história de cada um (e dos cafés que serão oferecidos ao público).

O café é comprado cru para, então, ser torrado pela galera da BICA. Como torradores, eles entendem que cada café é único. Por isso, é feita uma análise de cada lote, para que o processo de torra realce e valorize ainda mais aquele grão. Cada perfil de café recebe uma torra, de acordo com esse estudo. Coisa mais linda essa cadeia de produção: o café é cultivado e colhido com esmero, beneficiado com cuidado e torrado com carinho e atenção.

Estudamos com afinco como cada variável observada durante a torra pode influenciar a bebida que chega até o consumidor. Isso está longe de querer dizer que somos perfeitos. Todos os dias, temos como desafio fazer o nosso melhor, estudar mais, provar mais, e chegar em um produto do qual nos orgulhamos. Por aqui, as coisas são feitas com propósito, e somos diariamente gratos por isso.

A BICA tem como objetivo colaborar na manutenção de uma cadeia mais justa, oferecendo melhores condições de negociação com os produtores, levando um café de altíssima qualidade para os consumidores de todo o país. Coisa linda, né?

Recebi um pacotinho da BICA e ele vem assim, com tudo explicadinho na embalagem: o local de origem, com nome do produtor (acho isso bacana, nos aproxima tanto de quem tá lá na labuta, sabe?), a variedade do fruto, o processo de “secagem” (esse é um “CD” – cereja descascado), trazendo também a data em que foi torrado (esse é um detalhe bem importante pra você saber se teu café tá no pacotinho há muito tempo, o que modifica completamente a experiência de consumo).

Conheça a BICA - Torradores de Café

Conheça a BICA - Torradores de Café

Olha a cor do grão! É tipo um caramelo!

Conheça a BICA - Torradores de Café

Esse é um café mais frutado, mais claro também. Pra quem tá acostumado com café tradicional, pode estranhar um pouco a cor dos cafés especiais depois de prontos. A coloração vai depender da torra também, claro. A torra desse meu café era média pra escura e eu moí ele mais grossinho, pra usar na minha Kalita. Que beleza de café, pessoal!

.

Para comprar o seu pacotinho ou outros mimos, é só clicar aqui e ser feliz. Ah, eles atualizam um blog com textos bem interessantes pra quem está interessado em “adentrar” esse universo. Cliquem aqui para acompanhar os posts.

Raquel Arellano

Fã de cozinha prática e feita com amor. É apaixonada por maionese, pão com ovo e carne assada. Na cozinha, se aventura pelos doces e salgados, com uma leve queda para os açúcares da vida.

Últimos posts por Raquel Arellano (exibir todos)