Cinnamon Rolls, os famosos enroladinhos recheados com açúcar e canela. Receita deliciosa lá no http://gordelicias.biz.
Doces, Pães

Cinnamon Rolls

Uma das minhas metas de vida é aprimorar meus dotes no manejo com farinhas e fermentação, para fabricar meus pães. Tá, morando no Rio de Janeiro e seguido rumo ao verão é praticamente um desafio trabalhar a massa e tudo mais. Sem falar na nossa farinha, que não é lá grandes coisas. Mas eu não desisto. E foi assim que encarei a receita da Paula Cinini de cinnamon rolls.

E por que esse nome em inglês? Poderíamos chamar de enroladinhos de canela e açúcar também. Como a receita é gringa, a gente costuma usar o nome oficial. Trata-se de um pão muito servido nos Estados Unidos e norte da Europa, acompanhado de cream cheese ou coberto com açúcar. Vocês já devem ter visto nos filmes e séries, certamente.

Essa receita tem algumas etapas e é preciso ter carinho e paciência para fazê-la. Não é difícil, basta seguir o passo a passo e respeitar as medidas. Tomei a liberdade de acrescentar algumas dicas à receita da Paula (que foi super fofa ao “conferir” a minha produção via Facebook – eu mandava as fotos pra ela durante o processo pra saber se tava tudo bem). O resultado é maravilhoso: distribuí os pães pela vizinhança e também presenteei minha mãe, que amou também. Tenho certeza que vocês vão curtir!

Cinnamon Rolls, os famosos enroladinhos recheados com açúcar e canela. Receita deliciosa lá no http://gordelicias.biz.

Cinnamon Rolls

Receita do delicioso The Cookie Shop

Ingredientes

Para a massa:

  • 1 pacotinho de fermento biológico seco ou 2 tabletes do fermento biológico fresco
  • 1/2 xícara de água em temperatura ambiente
  • 50g de açúcar refinado
  • 1/2 xícara de leite integral em temperatura ambiente
  • 75g de manteiga sem sal, derretida e fria
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 ovo grande ou extra
  • 460g de farinha de trigo

Para o recheio:

  • 100g de manteiga amolecida
  • 150g de açúcar
  • 2 colheres de sopa de canela em pó

Para a cobertura:

  • 55g manteiga sem sal
  • 2 xícaras de açúcar de confeiteiro
  • 1/2 colher de chá de extrato de baunilha
  • 3-6 colheres de sopa de água quente

Modo de Preparo

Como eu disse no começo do post, fazer pão exige tempo e carinho. Se você tá com pressa ou sem muita vontade, nem comece. Mas já adianto que é terapêutico! A gente vai seguindo as etapas e vendo aquela combinação de ingredientes se transformar de um jeito lindo. Vamos lá então.

1. Em uma tigela pequena, misture o fermento (seja em pó ou fresco) com a água, para dissolvê-lo. Reserve.

2. Na tigela da batedeira ou em uma tigela grande, vamos misturar o açúcar, o leite, a manteiga derretida, o ovo e sal. Acrescente metade da farinha de trigo e misture bem. Em velocidade baixa, acrescente a misturinha do fermento e adicione o restante da farinha aos poucos, até obter uma massa pegajosa, mas que dá para manipular.

3. Sove a massa por 10 a 15 minutos, à mão ou na batedeira com o gancho para massas pesadas. A massa deverá ficar lisa e não grudar mais nas mãos (esse é o ponto que queremos… caso não dê o ponto nesse tempo de sova, acrescente um tantinho de farinha de trigo).

Cubra a tigela com plástico filme e deixe a massa crescer até dobrar de volume (entre 1h e 1h30).

4. Passado o tempo de descanso, retire o plástico e “empurre” a massa pra baixo, com as mãos, para tirar o ar. Agora vamos trabalhar essa belezinha em uma superfície polvilhada com farinha de trigo. Pode ser uma bancada higienizada ou uma tábua grande. Tenha mente que vamos precisar de espaço para abrir essa massa.

Com um rolo, abra a massa formando um retângulo com 1 dedo de espessura. Agora vamos recheá-los. Espalhe a manteiga amolecida na superfície com um pincel ou com as mãos (como preferir) e polvilhe com o açúcar e canela, que deverão estar misturados.

5. Enrole a massa como um rocambole, de forma bem justinha pra que ele não fique grosseiro. Na hora de fechar a massa, belisque as pontinhas pra grudar e não abrir nos passos seguintes.

6. Com uma faca afiada, vamos cortar o rolo. Pra que fiquem todos no mesmo tamanho, costumo fazer assim: corto pela metade e sigo cortando a metade da metade, até obter rolinhos de mais ou menos 2 dedos de largura.

7. Em uma assadeira untada com manteiga e polvilhada com açúcar, acomode os rolinhos. Deixe um espaço pequeno entre eles pois deixaremos os pães crescerem por mais 45 minutos.

Enquanto a massa descansa, pré aqueça o forno a 180ºC. Depois, asse os pães por mais ou menos 30 minutos ou até dourarem na superfície.

8. Retire a assadeira do forno e deixe os pães esfriarem. Enquanto isso, vamos fazer a cobertura. Numa tigela média, vamos misturar a manteiga e o açúcar. Aos poucos, vamos acrescentando a água quente para fazer o nosso fondant. A quantidade de açúcar vai determinar a consistência da cobertura – se gosta mais no ponto de “calda”, coloque um tanto menos de açúcar.

Cubra os pães ainda mornos e sirva em seguida.

Cinnamon Rolls, os famosos enroladinhos recheados com açúcar e canela. Receita deliciosa lá no http://gordelicias.biz.

  • Dependendo do clima e do tamanho do ovo, há variação no crescimento e na consistência da massa. É importante que você fique de olho nesses detalhes. Se já está acostumado a fazer pães, vai achar mais fácil identificar possíveis ajustes na quantidade de farinha e tal mas se é a primeira vez, normal ficar inseguro e tal.
  • Se você deixar os rolinhos mais juntos, eles acabam assando “grudados”, tipo pão da padaria, sabe? Eles acabam ficando mais fofinhos pois não ressecam tanto por fora.
  • Respeite as medidas da receita. É importante que você tenha uma balança de cozinha para pesar as porções (é o ideal pois nem sempre dá certo fazer conversões – dependendo do ingrediente acaba dando diferença).
  • Pode congelar? Pode, mas depois de assados.

Cinnamon Rolls, os famosos enroladinhos recheados com açúcar e canela. Receita deliciosa lá no http://gordelicias.biz.

Rendimento: 24 enroladinhos tamanho médio.

Raquel Arellano

Fã de cozinha prática e feita com amor. É apaixonada por maionese, pão com ovo e carne assada. Na cozinha, se aventura pelos doces e salgados, com uma leve queda para os açúcares da vida.
  • Nossa que blog gostoso, vou vir todo dia aqui, olhar tudo *__*
    lindas fotos, esses rolinhos aí vou tentar fazer na casa da minha mãe!
    parabéns!