Como Fazer, Vegetariano

Milanesa Vegana

Tenho uma amiga vegana que sempre posta fotos de comida no Facebook. Um dia ela postou uma foto de algo que parecia ser um bife à milanesa e eu fiquei MUITO obcecada em descobrir o que era, como fazer e qual o gosto daquela foto tão apetitosa.

Perguntei tudo, anotei e trouxe pra cá: aipim, gente.

Aipim, mandioca, macaxeira – não importa o nome. O bife à milanesa vegano era essa raiz maravilhosa!

Milanesa Vegana

Milanesa VeganaReceita do blog Cacau Verde

Ingredientes

  • 500g de aipim
  • 1 colher de sopa de cebolinha fresca picada
  • 1 colher de sopa de salsinha fresca picada
  • 2 dentes de alho ralados
  • 1/2 colher de chá de cominho moído
  • Cerca de 1 xícara de fubá para empanar
  • Sal e pimenta à gosto
  • Óleo vegetal para fritar

Modo de Preparo

  1. Cozinhe BEM o aipim até que seja possível amassá-lo facilmente com um garfo.
  2. Amasse o aipim como se fosse fazer um purê e retire os possíveis fiapos.
  3. Acrescente os demais ingredientes, exceto o fubá e o óleo. Misture bem. O resultado será uma pasta um pouco pegajosa. É isso mesmo.
  4. Em uma frigideira, coloque o óleo para esquentar.
  5. Enquanto o óleo esquenta, polvilhe a massaroca de aipim com o fubá para que seja mais fácil modelar os bifinhos.
  6. Coloque o fubá em um prato e empane os bifinhos – assim sem ovos ou substitutos mesmo.
  7. Óleo devidamente quente [você pode testar jogando um palito de fósforo apagado e aguardando que ele acenda], hora de melecar sua cozinha: frite os bifinhos. É bem rápido, só pra dourar dos dois lados. Fica tão bonito e crocante!

O que posso dizer sobre o gosto é: parece um bolinho de aipim achatado. Vai bem com limão, com molho de pimenta, com salada.

Tempo de preparo: 1 hora – contando com o cozimento do aipim sem pressão.

Rendimento: 4 a 5 bifinhos mais ou menos do tamanho da palma da mão de um adulto.

Raquel Loback

Especialista em viagens, crafter, propagadora de amor, esmagadora de felinos e cozinheira vegetariana. Ama internet, mas não ama computadores. É do tipo que ainda escreve cartas e sonha em conquistar o mundo.

Últimos posts por Raquel Loback (exibir todos)