Livros

Na estante do Gordelícias: As Deliciosas Receitas do Tempero de Família

Recebi da Globo Livros o novíssimo “As Deliciosas Receitas do Tempero de Família”, do muso Rodrigo Hilbert. Há quem ame/odeie o moço, pois Rodrigo surgia em seu programa no canal GNT mexendo com receitas clássicas, pegando tudo com a mão no estilo “tô aqui na minha cozinha e né, faço do meu jeito”. Particularmente, acho interessante o sucesso de um programa como esse. Acredito que as pessoas acabem se identificando tanto com a (falta de, muitas vezes) técnica na hora de preparar alguns pratos mas, principalmente, com a simplicidade de boa parte das receitas.

Na estante do Gordelícias: As Deliciosas Receitas do Tempero de Família

Tanto em seu programa de TV quando no livro publicado pela editora, Rodrigo Hilbert prepara receitas inspiradas por sua mãe e avó. No livro, são quarenta e nove receitas, todas com fotos e bem explicadas. Há carnes, massas, petiscos e sobremesas, boa parte com aquela dose carregada de saudosismo. 

O que eu mais gostei no livro foi poder “passear” por receitas com segredinhos de família, sabe? Aquele pão dormido que, quando ralado, vira um croc no peixe; a banana na massa do bolinho de chuva; a torta com cara de lanche do “domingão” na casa da avó. Também achei as receitas bem acessíveis tanto na hora de fazer quanto na escolha dos ingredientes (boa parte é fácil de encontrar e não custa os olhos da cara). Portanto, se você está atrás de um compilado de receitinhas campeãs, essa é uma boa escolha! 🙂

Na estante do Gordelícias: As Deliciosas Receitas do Tempero de Família

Na estante do Gordelícias: As Deliciosas Receitas do Tempero de Família

Na estante do Gordelícias: As Deliciosas Receitas do Tempero de Família

Tempero de Família | Gordelícias

 

Clique aqui pra comprar o seu exemplar.

Raquel Arellano

Fã de cozinha prática e feita com amor. É apaixonada por maionese, pão com ovo e carne assada. Na cozinha, se aventura pelos doces e salgados, com uma leve queda para os açúcares da vida.
  • Vivian Luiz

    Eu super curto o programa dele e acho que há de se ter um espaço assim também. Pessoal que é de blog de culinária ou envolvido com a área da gastronomia tem o hábito de criticar porque não tem técnica, cozinha sem seguir as regras de vigilância sanitária, etc. Mas acho que a proposta é essa, né? Nem todo mundo em casa está super a fim de cozinhar com nomes complicados, técnicas milimétricas e preocupado se a colher de pau é higienizada ou não. Cozinha do dia a dia também é legal. E ele é um gato hehehe. Fiquei interessada no livro, entrou para a listinha! 🙂

    • Acho que o bacana da proposta é justamente mostrar a cozinha nossa de todo dia, ou então a cozinha da avó, da mãe, nos tempos de infância… minha avó fazia tudo de cabeça (e faz até hoje), sempre deu certo. Isso tem o seu valor, né?

      Também curto essa pegada, Vivian. Acho que há espaço pra todo mundo! 🙂

      • Tainara Nassif

        como li uma vez numa entrevista, ele não é chef, nunca fez curso nenhum mas se considera um cozinheiro que adquiriu prática cozinhando.

        particularmente eu gosto MUITO do programa dele. já vi episódio em que ele compra bacalhau de pescadores e mostra a técnica pra salgar o peixe pra depois fazer a receita. já vi ele limpando galinha recém depenada e assando costela em espeto de chão. na minha visão, apesar de passar na GNT, me soa um programa bem mais masculino, pra homem que gosta de botar a mão na massa, que talvez não saiba sobre técnicas mas gosta e tem o feeling pra cozinha.