Gordelícias Indica, Viagem

Pastelloni: o pastel de 30 cm de Paraty

Oi, minha gente! No último feriado, esse agora de 7 de setembro, dei uma escapulida “logo ali”e passei dias muito agradáveis em Angra dos Reis/RJ. Como eu tava bem do ladinho de uma cidade linda, Paraty, não hesitei e fui atrás de fotos bonitas e gostosuras.

Ainda na estrada, lembrei de um tal pastel de 30 cm, uma espécie de acarajé pra quem vai na Bahia; açaí com camarão e tapioca pra quem viaja pro Pará; capirinha pra quem vem no Rio de Janeiro e por aí vai. Não precisei caminhar muito para encontrar logo no centro da cidade o Pastelloni.

Quem não ama pastel? É como não amar batata-frita: impossível. Queria comer um pastel de cada, claro mas tive que escolher apenas um. Fiquei na dúvida quanto ao recheio. Amo camarão mas fico receosa de pedir a iguaria nesses passeios. Sabe como é, o peixe morre pela boca, certo? Preferi ficar no Bauru, um pastel recheado de queijo, presunto, tomate e orégano. Tipo uma pizza, certo?

Pontos positivos do pastel:

  • massa fresquinha;
  • o recheio não “escorre” – ficando acumulado no fundo do pastel;
  • sabor.

Pontos negativos:

  • meio gorduroso;
  • por ser gigante, chega uma hora você não aguenta mais o mesmo recheio.

Dica:

se for com um coleguinha, peça dois sabores diferentes e DIVIDA; não adianta ser olho grande e achar que vai comer 20 pastéis porque tá morrendo de fome… Vai por mim.

Pra comê-lo é meio tenso… Mas depois você pega o jeito!

Raquel Arellano

Raquel Arellano

Fã de cozinha prática e feita com amor. É apaixonada por maionese, pão com ovo e carne assada. Na cozinha, se aventura pelos doces e salgados, com uma leve queda para os açúcares da vida.
Raquel Arellano